A Tolerância Zero e a Sonolência dos Bóis em Angola

Durante os últimos tempos têm sido várias as referências a uma tal de tolerância zero contra a corrupção institucionalizada da nossa terra. A primeira vez que ouvimos tal frase foi por ocasião de um discurso do homem mais rico de Angola e dono de um património monetário incrível, conseguido não se sabe bem como já que o salário oficial que recebe não é relativamente grande coisa. Por mero acaso este homem é também o nosso saudoso, Sua Excelência Camarada Presidente da República.

Tem sido hábito do nosso Sua Excelência Camarada Presidente falar da luta contra a corrupção. Seja nos discursos que profere durante os congressos do seu partido nas vestes de eterno ‘candidato natural’, ou seja a nível nacional nas vestes de também eterno ‘candidato natural’, a corrupção é um tema íntimamente conhecido pelo Engenheiro.  A vez mais recente que se pronunciou acerca do assunto foi no fim de 2009 quando chegou mesmo a pedir tolerância zero contra a terrível corrupção.

Li vários relatos que viam das palavras do Presidente uma maneira de ele tentar limpar a sua imagem perante a comunidade internacional. Outras leituras percebiam que ele quer dar uma de “eu sou inocente, só os meus subordinados é que fazem destas barbaridades…eu aqui memo sou um santo!” A maioria riu-se. Conversa para bói dormir, pensaram.

Eu sou um dos que não se deixa levar por estes discursos, que nem bonitos conseguem ser, tão marcante é a falta de substância e tão insultuosa é a insunuação que o homem mais rico de Angola e a sua entourage não sabem que eles são os maiores beneficiadores da tal corrupção. Tão marcante é a exclusão social no nosso país e tão óbvio é que há quem tem muito e quem tem menos de nada, que não vale a pena estarmos aqui a perder tempo a debater se a corrrupção é ou não institucionalizada em Angola. Seria conversa para bói dormir.

Há alguns dias fui dar uma volta ao site do ‘teimoso’ Rafael Marques e li um artigo extremamente esclarecedor. Ponho aqui o link para a vossa rápida consulta. Chama-se, e bem, ‘MPLA, Sócidade Anónima’.

Link: MPLA, Sócidade Anónima

O artigo do Rafael Marques, de cerca de 20 págias bem pesquisadas, confirma aquilo que várias pessoas vão me dizendo ao longo dos anos. Confirma que em Angola não basta mudarmos quem está no poder e puf, a corrupção acaba. Confirma que a teia da corrupção e da governação em Angola é tão espessa, tão envolvente, que faz todo sentido o partido no poder ter medo de qualquer tipo de eleições. Descreve municiosamente o capitalismo selvagem e a corrupção enraizada do partido que num dia não muito longíquo, prometeu-nos uma política da esquerda e que o povo seria sempre a sua prioridade.

Mas como disse alguém muito mais inteligente que eu, o poder corromple, e o poder total corrompe totalmente. Os que estão no poder detém realmente a máquina económica deste país. É uma relação íntima e saudável. Já não há separação de interesses privados e do estado, porque são os mesmos. O ministro tal detém a empresa tal, a quem ele ajudica a obra tal e ganha duas vezes, a vantajosa comissão e o valor do seu negócio. Falar de tolerância zero é pura anedota…é conversa para bói dormir.

Com tanta conversa assim, não espanta que os bóis angolanos têm estado a disfrutar de uma forte e apetitosa sonolência.

Sleeping Bull

Zzzzz.....

Visitem o blog do “Rafa Marques”, no Blogroll como Maka Angola…leitura interessante!

Não se esquecam de comentar, criticar, argumentar sobre este fenomeno da sonolência…!

-Claudio

Anúncios

~ por Havemos de Voltar em Fevereiro 16, 2010.

15 Respostas to “A Tolerância Zero e a Sonolência dos Bóis em Angola”

  1. Hahahaha
    N sao so os bois q vao dormir a treta eh smpr a msm. O Zeca quer sair pela porta d frente e deixar a panela quente nas maos dos outros. Por acaso ja conhecia o blog cuz.Ainda n li esse artigo mas darei uma vista d olhos.
    Abc

  2. Por mais que me doa eu te dou a minha sinceira razão, isto de facto é conversa para boi dormir. Pois o tem passado por essas bandas é tudo truque (como dizem os brazucas “the is on the table”), nessa sociedade onde só não enriquece quem não tem um cargo político ou ocupa uma posição de destaque na sociedade, e veêm nos falar de tolerância zero quando um tribunal de contas não tem nem um réu mesmo sabendo que há sempre desvio de verbas por parte de alguns governantes e até mesmo trabalhadores de alguns postos de impostos que fornecem ao estado maior parte do PIB, e ninguém se responsabiliza e quando alguém caí na ratoeira são sempre libertados por falta de provas ou por ligação a gente de cima. de facto isto não passa de um desrespeito a sociedade quando nós vemos que nada muda de figura, governo após governo. Mas de uma forma ou de espero que este governo ora apresentado possa cumprir com os requisitos determinados por essa nova ideia de “tolerância zero”.

  3. hahahaha. wasup entao com a animosidade (animosity) cuz? relax. essa conversa de homens mais ricos e etc… hahaha by the way, acho q o teu boi tambem caiu no sono, mas pra sempre. agora ao meu comentario:
    como tu mesmo disseste, enforcar o “Santos” nao vai resolver o assunto. essa eh uma rede de corrupcçao muito bem estabelecida e q esta de pe a muitos anos. eh tao envolvida q ate o proprio Ze Du tem o seu rabo preso. com isso quero dizer q ele nao pode so dizer e desdizer como eh da “praxe”, quando se trata deste assunto. se a “tolerancia zero” eh ou nao conversa pra boi dormir nao posso dizer. o q sei eh q a corrupcçao eh dos maiores problemas nao so em angola mas em todas as democracias do mundo. com isso quero dizer q a corrupcçao eh um sintoma da disfuncionalidade do sistema democratico capitalista. adicionalmente, para reduzirmos as proporçoes da corrupçao em angola para niveis aceitaveis (os capitalistas sao incriveis neh? desde quando eh q corrupcçao eh aceitavel? coisas do mundo… hahaha) temos q esperar muito mais q uns miseros meses. ainda nao li o artigo, mas acredito q esse teu fervor contra o MPLA, na pessoa do seu presidente, deve ter sido causado em parte pelo mesmo (porque tas para alem da tua aversao natural ao partido nesse artigo cuz hahahah). a corrupçao esta tao institucionalizada em angola q ate a propria oposiçao tira partido da mesma! como ja disse inumeras vezes, eu defendo a posiçao do MPLA, nao concordo com a ideologia (alias, acho q nao existe nenhuma) mas como partido no poder, eles sabem fazer politica! atitudes de alguns dos seus membros decepcionam-me, mas nada decepciona mais q a falta de escrupulos de muitos membros da oposiçao q vendem-se por meros trocados, abandonando ideologias e assim matando aos poucos a esperança do povo angolano. sim, porque o Ze dos Santos nao eh nenhum santo q vai distribuir o seu (?) “patrimonio” ao povo angolano por vontade propria. defendo sempre q temos q causar a mudança nós proprios. como dizem os americanos, “don’t hate the player, hate the game”. e politica em angola agora eh um jogo sujo. mas nunca se ganha sem se ter jogado! voltando a tolerancia zero, algo ta a ser feito (mesmo q for so pra nos ludibriar). temos o caso frescura, o caso dos sme e do BNA. uma amostra de q a impunidade esta a se esvairar pouco a pouco na minha opiniao. acho isso melhor q nada, visto q tudo começa sempre por um principio. e tambem nos todos conhecemos membros do governo q n se subscrevem à corrupçao (hahahahahahaah), entao generalizar pode ser perigoso. queria deixar claro q nao estou aqui a defender o MPLA ou o governo, mas sim tentar fazer uma analise o mais imparcial possivel sobre esse tema. Peace!

    • Hahaha animosidade cousin? Então ja viste o quê todo mundo sabe (e tem fotos!) que o padre anda a dormir com a comadre mas ainda assim ele pede aos seus fieis tolerância zero contra a infidelidade? Como diz e bem o futuro engenheiro químico Paulo Sérgio, ha certas coisa é azar! Isto ja passa do ridículo e é díficl to relax. A animosidade que tenho contra o partido no poder é de longa data, não por causa de um só artigo e muito menos este, mas isto é conversa para um post a vir em breve 😉

      É verdade que a corrupção é um mal que assola todo mundo, mas não como em Angola, ou como no Quénia, ou como na Nigéria. Há angolanos que vão mais longe que ti primo, e dizem mesmo, ‘aha, a corrupção existe em todo mundo, nós vamos ser ja os diferentes porquê?” O artigo que postei aqui serve para pormos figuras, números e nomes na “corrupção”. É palavara que gostamos de atirar pelo ar, mas este artigo ajuda a pôr os pontos no i e os traços nos ts. Ja viste que uns míseros 3% da população angolana, ou se calhar menos que isso, detém mais que 80% da riqueza do país? (Alerta: esses números estão um tanto quanto atabalhoados. Estou num computador fora do meu quarto e logo que puder forneço aqui os números exactos, com base num relatório do Amnesty International, que por sua vez li no livro do Martin Meredith, entitulado “The Fate of Africa). Despareceram em poucos anos mais de $4bilhões do nosso PIB…são números desta envergadura aos quais me refiro. E olha que é fácil ver para onde foi este dinheiro.

      Disseste que como partido no poder, eles sabem fazer politica. Roubar o herário público, controlar a comunicação social, recorrer à fraude, à mentira, a deshonestidade, fechar e formatar mentes, fazer culto ao chefe, ter uma só linha de pensamento, despromover o debate interno e por sua vez promover atitudes do tempo do partido único não é fazer politica.

      Sei que óbviamente há sempre exceptions to the rule, e que nós até conhecemos várias delas (hahaha).

      Mas o que muitas vezes penso acerca do MPLA é, quem te viu e quem te vê. Se os fundadores deste partido derem conta de como anda o seu glorioso EME…

      Antes ainda de olhares para a oposição e para os que se venderam por uns trocados (ahem, Nova Democracia) olha ainda para o EME e as legiões de juristas e intelectuais que hoje não são muito mais que meros papagaios. Nem sei como conseguem apanhar sono à noite, ou quanto pesam as suas consciências. Homens e mulheres que estudaram direito, que conseguiram até ir estudar fora em grandes universidades, hoje conseguem aprovar a consituição que temos (estava a demorar né? Hahaha) e dizer que promove a democracia e a “estabilidade” nacional.

      Sobre o Zé Du distribuir o seu património por vontade própria, sabemos os dois que o património não é dele. Claro que quem rouba não devolve.

      Como dizem os americanos, e disseste bem, don’t hate the player, hate the game. Well, I hate the player AND the game! (Hate é palavra pesada, mas não podia desturpar o quote!)

      Fui!

  4. O presidente da nossa Republica Jose eduardo dos santos esta lutando contra a corrupcao juntamente com o seu partido MPLA e voce ainda diz esta barbaridade contra ele,hj se nao fosse o MPLA que nos protegeu durante anos estariamos mortos,se nao fosse o nosso camarada presidente vc nao teria hospitais,clinicas,lojas,shoping em fim e nem se quer terias direito a um salario ou mesada mensalmente,cinceramente vc assim nem parece angolano

    • Manuel, na minha opinião, muita coisa que hj tens direito (ex: direito ao voto) foi graças a muitos angolanos revoltados a procura de mudança. Porque se dependesse do teu camarada presidente e MPLA, nem a isso terias direito…
      Cumps
      Naccy

    • Caro Manuel, Nós ainda não temos hospitais..Temos alguns hospitais onde a TPA vai fazer a propagando do SISTEMA. Lojas e shoppings temos em Luanda e noutras zonas super protegidas. Conhgeces Bocoio, Quilengues, Bibala, Porto Amboim, Luena, Menongue, Chibia, Caluquembe? Vai lá ver o que tem nesses municípios. Não houves a riqueza ilegal que os amigos do EME estã a acumular? Nunca ouviste falar na cambada de incompetentes que governam o nosso País? Quando o nosso presidente acabar com isso eu deixe de falar nele nestes termos. Até lá, sorry… Não está a mostrar nada. Esses poucos casos que aparecem são para adormecer o boy…a ponta do iceberg..

  5. Fazendo uma comparação futebolística..O ZÈ é como o Pinto da Costa. Comprou árbitros, jogadores, fez lobby, corrompeu, roubou, usou intermediários para comprar resultados de outros clubes, etc etc
    Agora quer ser um mãos limpas….até quer tolerância ZERO.
    Esquece que os outros não tem amnésia, como ele, e tal como o seu amigo vai levar um “Apito Vermelhão”.
    Esperamos por esse dia, mais próximo que muitos pensam.

  6. nös Angolanos temos de reconhecer o nosso erro na relacäö que temos com os nossos politicos.Nös vivémos numa Democracia en que normalmente o Povo é quén ten a ultima palavra,mas até agora ninguén saiu as ruas para criticar;ou mesmo revendicar os seus direitos.Naö basta apénas escrever comentarios contra o presidente,mas sim organizar manifestacöes contra os que destroén o nosso bém estar en Angola.O presidente precisa do Apoio do povo para desmascarar os corruptos que lhe rodean visto que ele proprio ja tomou a iniciativa de esonerar alguns.O MPLA é o POVO,e povo ten que ser o MPLA en todos os sentidos;coisa que naö acontece.Se o presidente tiver culpa registada,só o povo poderá dizer,pondo en conta o nivel de vida en que se encontra hoje.Nös os pequénos,deviamos denunciar os grandes que viven da corrupcäö;en véz de viver á custa desta mesma corrupcäö.O único mal existente hoje en Angola,é a corrupcäö;e para eliminarmos éste mal das nossas vidas,nös os pequénos é que témos de dar o primeiro pásso.Eu revendo para sobreviver ten de ser subistituido por:eu trabalho para viver;juntamente com a minhä familha!!!Se o actual governo naö é capaz de nos dár este sustento,entaö que venhä outro no seu lugar,isto sen mais converssa.Eu sou Angolano,refujiado na Europa;vitima do corrupto que pagou para me receber a minhä propria casa,isto á 20 anos.Este corrupto vive na minhä casa até hoge,pois ele é grande,e éu sou pequéno.Hoje que o Pais está melhor,confio nos méus diréitos como Angolano.Tolérancia Zéro só com a colaboracäö do povo Angolano;sen médo de ser castigado por corruptos!!!Esta é a minhä Opiniaö sobre este assunto.quen quizér lér o livro que escrevi,naö perde por esperar.Sofro juntamente com o Angolano que naö sabe o que fazer da vida;apézar de naö éstar en Angola!!!Abra os Olhos povo de Angola.O direito está do téu lado!!!CORAGEN CAMARADAS!!!!!!

  7. esta é o momento en que o povo angolano tera de analizar que benificios o governo trusse para ele como eleitor.naö devemos só criticar sen antes comparar o modo de vida do angolano no passádo,en relacäö ao modo de vida actual.como se diz,quén assiste o jogo de fora,penssa que tudo é facil;mas para quén esta no campo,tudo é mais dificel.nös os angolanos no exterior,só temos o dever de obervar o modo en que o povo en angola vive;e atravéz disto,fazemos a nossa analise en relacäö ao dever que o governo ten para com todo o angolano.se o povo estiver satisfeito,nös tanbem estaremos,se eles revendicaren a falta de atencäö do governo;revendicamos solidariamente até que se tomen medidas necessarias para o bem estar de todo angolano.naö é vontade de todo angolano viver aqui longe de tudo e de todos,mas muintos denös fugimos as dificuldades do passado.a verdade é que hoje muintos gostarian de regressar á terra,mas receando encontrar tudo pior do que nunca.o pais ten crescido de maneira brutal,enquanto a mizeria se esconde nos suburbios apesar do plano de reconstrucäö que o mpla organizou.a pergunta é,o povo angolano esta satisfeito com a governacäö actual????melhorou o modo de vida do angolano en comparacäö com o passádo?????existe democracia en angola hoje??????vive o angolano do salario que recebe???o mpla continua á ser o povo,e o povo continua á ser o mpla???????a verdade te pernas curtas!!!!uns dizen que o povo angolano vive de boca amarrada,e quen se atreve a falar o que penssa,acaba por ser selénciádo!verdade ou mentira?????eu naö acredito que o povo angolano se deixe entimidar por quén quer que seje,pois se assim for,estamos todos perdidos!!!!!!povo de angola,o puder está nas tuas maös,é só saber usalo na hora certa!!!!seje democratico,e a vitoria será certa no momento certo.os corruptos que estragan o bem estar do povo angolano seraö vencidos tarde ou cedopois a uniäö faz liberdade de um povo sofredor como é o nosso.coragen camaradas!!!!!

  8. a delapidação dos bens de Angola tem sido constante e entre os piores culpados estão os senhores que estão à frente das AAA Companhia de Seguros. Nos ultimos sete anos da sua existencia já devem ter roubado ao país mais de 800 (oitocentos) milhoes de dolares em sobreprémios impostos às companhias petroliferas para poderem manter as comissões nos seu negócios em excesso de 50%. O mais curioso é que esta organização criou uma teia de companhias fora de Angola por onde canaliza todos esses dinheiros, quer seja nas Bermudas – caso da AAA Companhia de Resseguros (no controle de uns poucos membros da Sonangol) e da LAROCO (companhia aonde todos os prémios são pagos para sertem distribuidas as comissões pelos amigos) – e mesmo em Londres aonde o lider das AAA Insurance Broker, conscientemente defrauda as companhias de seguros Angolanas pela falsificação de documentos que são enviados para as várias companhias do grupo AAA. Não admira que as AAA esteja a desenvolver as acções comerciais que tem em Angola, mas não é as AAA como grupo mas o seu Presidente do Conselho de Administração, que se esqueceu de dizer que o grupo AAA está na realidade na posse quase 100% dele próprio… Talvez este grupo mereça uma investigação própria para se descobriremos podres desta gente. Roubar assim é mais que escandalo, é um atentado geral e deverá ser denunciado. Na realidade o que o grupo AAA está a fazer é “branqueamento de capitais e evasão fiscal” ao mais alto nível, quer nacional quer internacional. Talvez alguem de direito queira olhar para esta organização e creio que haverá muitos “esqueletos a sairem do armário” que estarão preparados para contarem a verdade… É só olharem para os locais certos e descobrirão muitos dos secretos indiscretos desta organização…

  9. AAA is not a corrupt company. We have only helped create wealth to the Angola economy. For instance, when we charge three times the premium that the international market requires to cover any risk, we are doing that for the benefit of Angola. The following people benefit: Sao Vincente, Claudio Silva, a few more individuals in Angola (whom shall remain anonymous for the time being) and myself, of course. Chevron, Total, Exxon and all other oil companies have all agreed to the scheme of commissions being generously imposed upon them by AAA / Sao Vicente. The London and the international markets have accepted that the extra commissions will be for the benefit of the country (in certain way, yes…). The premiums charged up until now have generated a significant amount of cahs that has been kept out of Angola. I have dealt with the paper work in a way that to Angola only goes the least amount of premium. But that has been the instructions of Sao Vicente. Secret is the name of the game and only a few individuals, including me, are aware of the paper work and the money route. AAA by the fact that it has the monopoly of the oil insurances can and will make sure that the oil companies will follow the instructions given or else they will be kept out of further oil auctions. They will accept that the price that they have paid and will pay is the cost of doing business in Angola. This is a neat deal that my friend Sao Vicente has got in his country and will continue to have for many years to come. I have had quite a good benefit out of my work for this group and I am looking forward to a long relationship with AAA. It has been a good laugh internaly to see how the AAA group cheated Lloyd’s to become a Lloyd’s broker, as all our business emanating from the same single source: AAA Seguros de Angola… nice wasn’t it?

  10. You know what? It has been a long time since any news have appeared in this blog.I am getting a bit bored with the situation. Nobody can touch me and I feel that even the FSA (f…ing stupid animals) can not understand what business is being conducted at the AAA Reinsurance Brokers. My colleagues at Laroko know what they need to do to create enough distractions to stop any enquiries and whilst the legislation is in place in Angola, we will maintain the “skimming” game (doesn’t it sound great – skimming?) (fro those who are not aware of what this is, it is a scheme whereby we take a lot of commission on top of the premiums without any risk. The leader of the Angola Line slip is aware of this and has “kindly” agreed to close his eyes to this scheme. It has been very good and the best part of a US$ 1 billion in commissions has already been “creamed off” (cream/skimming – doesn’t it sound great?). I have already bought a big property in the South of England but I am looking forward to buy a bigger one. I think I deserve it for all the work I have done on behalf of Angola… Is this money laundering? Who cares? They can’t prove it as the scheme is so well organized.
    Long live the MPLA and its members! Long live Sao Vincente! Long live Manuel Vicente, who was one of the brains behind this scheme, as he is the one who makes the oik companies toe the line…
    Thank you

  11. o discurso da tolerancia zero é demagogo , porquanto o promotor da referida teoria é o exemplo da corrupção em pessoa.

  12. Hi all, this is the real Nick Millar as opposed to the ass who blogged in my name on November 23rd 2010 and March 27th 2011. Just in case anybody out there believed any of the garbage that was posted, i have to disappoint you and let you know it is all malicious nonsense with zero truth and i did not write it.
    It would be good to know the identity of the phantom “Nick Millar” but i don’t imagine i ever will – if anyone wants to unmask the phantom please go right ahead.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: