Lógica

Lógica, por Paulo Sergio

Já há muito tempo tenho me perguntado, se as pessoas não têm duas (ou mais) formas de pensar diferentes, consoante os mais variados assuntos.

Será que a lógica, que demos na escola, estudada já há muito tempo por Newton, e outros matemáticos não têm aplicação universal? Certos assuntos, como política, religião, namoro, casamento, não devem, pura e simplesmente obedecer à lógica?

Parece que é isso que a maior parte das pessoas defende, nem que for de maneira implícita.

Falando de religião, comentando sobre o artigo que o Victor escreveu, “Desabafo de um ser humano confuso” na minha modesta opinião, muitas das religiões, ao lerem e interpretarem a bíblia, abdicam muitas vezes do pensamento lógico.
Por exemplo, porque será que os humanos irão para o céu?

Deus não projetou a terra de forma perfeita, para os humanos habitarem nela, e não projetou também os humanos adaptados para viverem nela? Porque de repente iria nos prometer um futuro no céu, e mais ainda, destruir (ou permitir que se destrua) a terra? Pela minha lógica, Deus embora ser espiritual, também obedece a lógica, e parece não ter lógica criar uma obra tão perfeita, como a terra para depois destrui-la ou inutilizá-la, como também não faria nenhum humano de sã consciência. Não somos nós afinal a imagem de Deus?

Outro ponto, porque razão deus chamaria alguém lá pro céu? Será que deus precisa de algum de nós? Não é ele o todo o poderoso? A meu ver, não tem lógica, deus matar uma pessoa porque está a chamá-lo para o céu. Segundo a bíblia, existem miríades de anjos, com muito mais poder do que nós. Não acho lógico algum de nós fazer falta no céu! Se se construir uma equação matemática com estas informações provavelmente iríamos cair no que os matemáticos chamaram de ABSURDO! (ou bissurdo, como diria a minha professora de cálculo).

E quanto a matar em nome de deus? Será que ele daria a nós, humanos imperfeitos a poder de julgar alguém? Muitas vezes nos exércitos e não só, quando alguém é capturado, este é levado ao chefe, ou general, ou sei la o qué, e este é que julga o indivíduo, possivelmente porque este tem maior poder de decidir o que fazer com aquela pessoa. Então não será lógico que deus queira decidir sozinho o que fazer com os malfeitores? Afinal quem somos nós, meros pecadores para tirar a vida a alguém?

Já agora, falando brevemente sobre política, eu já esperava que a situação em angola se fosse agravar, ao contrario de muitos. Aprendi na química que um sistema em equilíbrio, só muda o seu estado, quando algo perturba esse equilíbrio. (princípios de Le Chatelier) Essa lei aplica-se na natureza, ou seja, nos seres vivos, na matéria, em tudo. Será o presidente JES, que está numa situação de equilíbrio há já muito tempo, mudaria de atitude, sem perturbação, por parte do meio externo (ou seja nós) do seu equilíbrio?

O princípio da indução finita diz que, se algo é valido pra N, também é valido para N+1, ou seja, quem rouba em N anos, vai com certeza roubar em N+1 anos!

Afinal o que é a matemática: nada mais do que a representação escrita dos problemas e situações do dia-dia. Ou seja, ela possibilita descrever e resolver quase todas as situações em que nós vivemos.

A Química não é o estudo da matéria? Os comportamentos dos átomos, das moléculas, das partículas são, muito semelhantes a dos humanos, porque são estes que nos constituem. Devemos usar mais estas ferramentas para resolver os nossos problemas. Mesmo a fé em algo deve primeiro obedecer a lógica. Se assim for, a ciência e a religião quem sabe poderão andar de mãos dadas

Em minha opinião, a lógica e a matemática são únicas. So adquirem “caras” diferentes consoante são aplicadas mais variadas ciências: ciências exatas, humanas e sociais. Afinal, a religião e a política também são ciências…

Anúncios

~ por Havemos de Voltar em Fevereiro 9, 2010.

2 Respostas to “Lógica”

  1. ya mo paulex… um pensamento muito coerente esse q demonstras aki! embora concorde com a maior parte dos pontos em q tocaste,acho q as bases estao um tanto qanto assim assim. primeiro, ha uma cena chamada sentimentos… eles existem e fazem parte do nosso qotidiano! eles sao ate capazes d moldar a tal dita logica, e na minha humilde, sincera e ignorante opiniao, eles deveriam ocupar um lugar d destaqe na vida das pessoas, visto q eles representam a “paixao” de viver. se for assim, muitas das aplicaçoes da logica q mencionast sao automaticament condicionadas a experiencia individual desses sentimentos. isso leva-me ao meu proximo ponto: a logica eh relativa. o q eh logico para uns, n faz sentido para outros. infelizment a vida n eh tao regular como as ciencias exactas. sao raras as vezes em q podemos determinar os resultados a partir dos gentes involvidos. as interacoes sao muito mais complexas e imprevisiveis na vida real q nas ciencias. e eh isso q temos q ter em conta nas nossas vidas. seguindo em frente, acho um tanto qanto ousado assumir q a nossa logica limitada e imperfeita eh equiparavel a logica divina! n devemos dizer q Deus n faria algo porq n conseguimos ver logica nessa coisa. se partirmos desse principio, nem nos existiriamos (assumindo q a teoria do criacionismo eh verdadeira). sobre a politica, finalment alguem expoe d uma maneira clara (talvez…) o q tentava dizer faz tempo. o governo, o partido no poder e os donos do pais n vao fazer nada q ameace a sua posiçao so por pena o povo! nos eh q temos q lutar para desiquilibrar o sistema e tentar inverter resultados. extendendo mais o principio de Le Chatelier (Le Cha como a minha prof xamava), mesmo qando ha mudanças a perturbar o equilibrio, o sistema muda d forma a manter esse equilibrio original (eg: um aumento na temp. provoca um aumento na pressao no caso um gas num recipient fechado, s n to em erro). igualment, temos q ter a noçao q mudar o equilibrio (tansitar d um equilibrio para outro) n vai ser facil. as partes q benificiam do actual eqilbrio n ficarao so a olhar enqanto desencadeamos as nossas accoes. ai eh q precisamos da dedicaçao q infelizmen o nosso povo n tem. qando as coisa começam a dificultar o pessoal desmarca completament. assim nada muda e os esforços envidados ficam nulos. pra finalizar, n obstant o facto das minhas ideias expostas acima, acredito q tem havido mesmo uma falta d logica na maneira em q levamos as nossas vidas hoje em dia, principalmente no nosso pais… se usassemos o pensamento logico mais freqentement, mesmo com a sua component d individualidade, atrocidads como essa da constituiçao nunca teriam acontecido! toca a pensar mais logicamente…

  2. yo VDB olha tenho k te pedir desculpa p nao ter dado continuidade a discussão. primeiro tava a espera d mais comments, mas pelos vistos esse tipo d assunto geralment discuto memo so ctg, meu companheiro das engenharias heheh.
    vejo que concordaste comigo em alguns pontos, porem, outros nem tanto, dai vamos discutilos!
    bem primeiro de tudo, é claro que nós temos o lado racional, e o lado sentimental, e que certas situações da vida obviamente são ‘resolvidas’com o nosso lado sentimental, como o namoro, casamento,
    seguir determinada carreira etc. por isso é que sentimentos como o amor, não tem uma definição certa, não se tem uma definição lógica
    para se amar alguem.

    para começar, temos que definir bem o que é a lógica.
    segundo a nossa querida wikipédia, lógica pode ser definida como sendo o ramo da filosofia que cuida das regras do pensar correto, sendo portanto um instrumento do pensar. trata de argumentos, isto é, das conclusões que chegamos, atraves da apresentação dos argumentos que a sustentam. a lógica define como se deve pensar para não errar.é também defendido pelos filosofos que a maior parte dos raciocinios normais, pode ser capturada pela lógica, desde que seja capaz de encontrar o método certo para traduzir a linguagem corrente para essa lógica.
    temos que fazer ainda a separação entre raciocínio lógico, que tem como base proposiçoes verdadeiras ou falsas, de diferença de opiniao sobre um assunto, ou facto observado. tu disseste, que o que tem lógica pra uns não tem para outros. estas a falar de lógica ou de pontos de vista? senão temos que admitir que existe a lógica do newton, do joão, da maria etc etc.

    segundo essa definição, a base da minha dúvida assenta em 2 pontos:

    1) será que nos nossos pensamentos diários, as conclusões que tiramos estão de acordo c os argumentos que nos são apresentados?
    na escola fazemos isso. qdo temos um problema para resolver, tiramos os dados, ou seja, vemos as hipóteses verdadeiras, como p.ex: força = 50N. dai, com base nisso, formulamos uma solução para o problema. e quando encontramos a resposta, ainda vemos se esta está de acordo com os dados do problema. na vida real, na minha humilde, sincera e ignorante opinião, na maior parte das vezes não fazemos isso. se axamos que um problema se resolve d determinada maneira, nem vemos as hipóteses válidas, ou os argumentos verdadeiros. um exemplo: fui a taag certa vez, para alterar a data da minha viagem e pagar a respectiva multa. a moça me cobrou 180$. eu perguntei a moça quanto era a multa quando se deixa de embarcar sem aviso previo a compania aérea, mais conhecido como no show (tipo escreci male hehe) e quer viajar noutro dia. tava ja a espera que ela me dissesse, 250$, ou seja algo acima d 180$. ela m respondeu 150$! eu perguntei como era possível vocé avisar antes, e pagar mais do que ir sem avisar. ela nem tinha sequer pensado nisso, que as duas afirmações são contraditórias. no campo religioso, a mesma coisa. pessoas dao o dízimo, a espera de receberem posses. nem sequer é pra receberem o básico para viverem bem. como li numa revista a sentinela, a maior parte dos servos de deus no passado eram pobres. até havia ofertas específicas, para quem era pobre. eram duas rolas, em vez de um carneiro. jesus cristo também não era pobre? então, nesse caso, nem estamos a falar de fé. so mesmo de lógica como diz a célebre frase brazuca (pelo menos so houvi aki na zuca!) “uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa”. na minha opiniao, a lógica deve se subrepor a tudo! a lógica é independente da fé, opinião, sentimentos e coisarada! tem a haver com premissas válidas, quando as premissas são verdadeiras e se relacionam adequadamente à conclusão. (wikipédia) só quando não conseguimos encontrar o método certo para traduzir a linguagem corrente para essa lógica, devemos ir para as nossas emoções e feelings. quero casar com alguem, se os dados do meu problema dizem que ele é assim, assado, mulherengo, agressivo, ou outra coisa, se eu sei que não suporto essas actitudes, então a conclusão lógica é que eu não case. isso é a resposta p o problema, assim como na física, se os dados dao força que atua = 50, mas o Força de atrito é 51, concluímos que o corpo não anda. não tem mais outra conclusão. não vou construir um navio, ou um carro, com essas afirmaçÕes. ou mudo elas, oh ké! mas todos nós fazemos esse tipo de coisas no dia-dia.
    axo que se usassemos a nossa forma d pensar no dia-dia, na resolucao de projectos seria uma catastrofe. predios a cairem em plena rua, bancos a irem a falencia todos dias e assim por diante.
    outra coisa, que discordamos, é que Deus segue a mesma lógica que nós. segundo a afirmação verdadeira: somos imágem e semelhança de deus, nesse caso semelhanca não física mas mental, na minha opinoao, devemos concluír que o que não tem lógica para a maioria de nós, também não tem para deus, o que incomoda a maioria de nós, também incomoda a deus e vice versa. portanto, qualquer projecto, principalmente projectos complexos, tem a sua finalidade, e mesmo que não tiverem, não sao feitos para serem destruídos. então assim, a terra, nós os humanos não fomos feitos para morrer. então fomos feitos para que? ai está a pergunta. as TJ pelo menos tem uma resposta.
    já agora, se um livro tem 2,3, 50 interpretacoes, é porque ou esá mal escrito, ou as pessoas não estao a entende-lo bem. os luziadas é complexo, mas tem a sua interpretaçao, de acordo com a história, a época do autor, etc. a bíblia também nao deve ter só uma interpretacao? axo ke devemos todos nos juntar, para tentar entender, de uma vez por todas, o que ela diz, e nao interpretar cada um a sua maneira.

    sobre política, vejo que estamos em sintonia, se calhar nao adianta só mudar de governante, e ter a mesma actitude estagnatória que todos temos. temos que ser mais actuantes.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: